terça-feira, 11 de junho de 2013

Era novamente sábado. Noite das noites. Fizemos das forças vontade e fomos. Na noite...sem rumo mas destinados. Fomos ao encontros deles e dali para a aventura do club. Gente simpática, recepção calorosa, um café, conversa solta. És novidade mas não te querem novo. Querem-te do costume, sereno, com eles. Um deles. Tão bom e tão estranho ao mesmo tempo. E vamos. Sinto-te a mão apertada. Mistura de fantasia e receios, avanços e recuos. Desta vez é tudo novo, sem mais ninguém. E fomos. Lá em baixo a pista e um Gin que nos arranca ao chão, à realidade. E um após outro vamos levitando, entregues. Eu e tu na pista, com eles, todos eles. Semi-nus. Corpos. Carne em balanço. Insinuação. Tu e elas, juntas, numa provocação bem disposta de noite sem complexos. Tu já sem vestido. Ligas. Transparências. Elas o mesmo. Sensuais todas vocês. Tranças de corpos e ritmo. Ao fundo a música, os outros. E há espaço e tempo. Um body shot, outro Gin, tu e elas, risos, compromisso. Uma química de coisas que não valem nada mas que nos mudam o mundo e a noite. Ao fundo a sala escura, e eu entregue a ti. Nós. A língua em ti. Tu arcos de cosias que gostas. As mãos firmes em ti. Rédea firme, curta. E fizemos amor co fúria, entregues, deliciados, determinados ao final feliz. Devolvidos á pista e aos bons momentos que nos ofereciam. Ninguém te aperta ou te censura. Danças a música, jogas o jogo, cúmplice. Na subida aos quartos outra hora de calor. Mais de ti e eu a devorar-te por fora, por dentro. Foi a noite assim e fechou-se o pano num petisco de boa disposição e cervejas geladas. Foi um prazer tudo. És um prazer imenso...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Take 0

Passada a fase de testes e experiências, inovações, avanços e recuos somos finalmente a anunciar o inicio oficial do elesjuntos.blogspot.pt. Aqui vamos nós...

Depois de ver e ler a experiência vivida entre os casal sexyrabbits e os cerejas, ficámos entusiasmados e passámos a noite com caricias entre conversas sobre como eventualmente seria connosco. Com a ajuda do casal sexyrabbits percebemos melhor este mundo e as possíveis variações do swing, a partir do qual desmantelámos muitas ideias pré-concebidas.

Ela começou a aquecer e a pedir para que Ele lhe relatasse um encontro imaginário com um outro casal. Até onde iríamos, o que gostaríamos? De acordo com o que tínhamos ficado a saber existe afinal o soft-swing; uma versão em que os casais se envolvem de forma aproximada e menos directa, ainda assim, muito excitante. No calor de toda esta imaginação Ela confessou que tem curiosidade e que gostaria de fazer sexo num espaço onde outros casais também. Olhar de soslaio para a troca de carícias entre outros, ouvi-los gemer e a excitação de todo esse ambiente trouxe a ideia de que passado o nervoso inicial tudo deve ser muito divertido e estimulante. Só com a conversa e imaginação, Ele e Ela começaram a aquecer. Ela humedece só de se imaginar com o frio na barriga de outra mulher lhe tocar e beijar e de quanto isso a excitaria. Ele, só de pensar na imagens delas juntas na troca de carícias começa a ficar duro e penetra-a. As palavras dos SexyRabbits e a imaginação a trabalhar deixaram que os corpos fizessem o resto. Houve calor e loucura suficientes para o orgasmo repetido vezes e vezes...

Foi muito divertido poder imaginar as fantasias descritas pelos SexyRabbits e os Cereja. Para quem começa neste mundo tudo isto tem uma mistura de alucinação, provocação e loucura. Pelo meio, o tesão enorme de ser mosca e ver como se sobrevive a um primeiro destes momentos. Deve ser a adrenalina pura entre desejo e receios. A química perfeita, o afrodisíaco derradeiro...